a cia. repertório cantovivenses fotos vídeos agenda contato
história
principais apresentações
principais projetos

 veja mais: 
 
regência e direção artística
preparação vocal

Cadastre seu e-mail para receber notícias sobre o Canto Vivo


Estréia: 11 de dezembro de 2011 - Teatro Polytheama (Jundiaí)

Direção Cênica e Adaptação: Wagner Nacarato
Assistente de Direção: Caroline Ungaro

Designer de Iluminação: José Luiz Fagundes
Designer de Figurino: Hugo Leonardo Ferreira
Designer de Som: Fernando Fortes


SINOPSE

“Os Miseráveis”, clássico da literatura francesa, de autoria de Victor Hugo (1802 - 1885), aborda temas referentes a questões morais, sentimentais e, principalmente, questões sobre injustiças sociais.

I ATO
A personagem principal da história é Jean Valjean, um homem pobre, que, por roubar um pão para alimentar sua família, é preso e passa dezenove anos encarcerado. Solto, mas repudiado socialmente, é acolhido por um religioso. Jean Valjean, embrutecido por tantas injustiças sofridas, furta do religioso dois castiçais de prata e ao fugir é descoberto por um policial. O religioso quando percebe o furto vai em busca do ex-presidiário e, em seu auxílio, oferece-lhe os castiçais, exortando-o para a mudança interna. Este gesto, extremamente nobre do religioso, devolveu a fé ao homem amargurado e perdido e transforma radicalmente sua vida.
Jean Valjean muda de identidade e, como Monsieur Madeleine, torna-se proprietário de um próspero negócio em outra cidade, e, graças a sua bondade e senso de justiça é eleito prefeito da cidade.
Fantine, uma jovem empregada de Monsieur Madeleine, sofre perseguições no trabalho, por ser mãe solteira e esconder sua filha Cosette. Expulsa de seu ofício, e para ter condições financeiras para manter sua filha na estalagem dos Thenardiers, rende-se à prostituição. Monsieur Madeleine, sabendo da injustiça, procura a moça e oferece ajuda para cuidar de Cosette. Fantine, vítima de maus tratos, morre, sem poder reencontrar a filha.

Jean Valjean, segundo a lei, deveria se apresentar à justiça, periodicamente. O inspetor Javert, com o desaparecimento de Jean Valjean, começou uma caçada desenfreada, a fim de reencontrar o ex-presidiário e encaminhá-lo, para atrás das grades, novamente. Por ironia do destino Javert torna-se inspetor de polícia na mesma cidade em que Jean Valjean assume a identidade de Monsieur Madeleine. Concomitante à morte de Fantine, Monsieur Madeleine, ao saber que outro homem foi preso em seu lugar, apresenta-se ao inspetor como Jean Valjean, mas solicita à Javert três dias para poder resgatar a pequena Cosette. A solicitação é negada e Jean Valjean foge novamente.
Jean Valjean paga aos Thenardiers para poder levar Cosette e foge com ela para Paris. Lá assume outra identidade, Monsieur Fauchelevent e cria Cosette como sua filha.

II ATO
Anos mais tarde, Cosette já não tem memória de tudo o que aconteceu com ela. Em um de seus passeios com o pai conhece o jovem estudante Marius. Eles se apaixonam e passam a se encontrar, escondidos. Enquanto isso, Paris se prepara para uma revolução. Sob a liderança do jovem Enjolras, Marius e seus amigos, também estudantes, planejam a insurreição contra o retorno da monarquia. Eles construíram uma barricada para resistir à invasão das tropas. Javert, disfarçado, consegue penetrar na barricada, mas, descoberto por Gavroche, um garoto de rua que acompanha os estudantes, é mantido preso.

Na barricada são registradas as primeiras mortes do grupo revolucionário: Eponine, jovem miserável das ruas e o garoto Gavroche. Mousieur Fauchelevent, ao saber do amor de Cosette, vai até a barricada em busca de Marius, lá encontra Javert preso, e num ato de misericórdia, solta o inspetor e vai embora.
Com a chegada das tropas, todos são executados, com exceção de Marius, que é dado como morto. Monsieur Fauchelevent novamente vai atrás de Marius na barricada para tentar salvá-lo, neste momento o inspetor Javert, reencontra o ex-presidiário, mas como não é capaz de prendê-lo, deixa-o ir embora com Marius. Numa profunda crise moral, Javert comete suicídio, atirando-se nas águas do rio Sena.
O casal Thenardier, no local da tragédia, subtrai dos mortos seus pertencentes mais valiosos e vê Jean Valjean saindo com Marius carregado. Jean Valjean salva Marius secretamente.

Os jovens Marius e Cosette são unidos pelo laço do matrimônio. Intruso na festa, o casal Thenardier é expulso por Mousieur Fauchelevent no momento em que pretendia desmascará-lo para Marius. O jovem fica surpreso ao saber que foi salvo da barricada pelo pai de Cosette. Fauchelevent resolve desvendar a Cosette toda a sua história: Valjean, enfim, não precisa mais fugir. A morte o liberta, juntando-se aos espíritos de todos os que morreram na barricada.


Canto em Transe
Concerto
de Inverno

II Festival
Música Sacra

I Festival
Música Sacra

O Clube da Gula
15 Anos
Os Miseráveis
CD comemorativo 25 anos - Cia Canto Vivo - compre o seu! Clique na imagem